Background Black BRT.jpg

White Paper

Apresentação

BRT é um criptoativo estável (stablecoin) com preço fixo de R$ 1,00 (um real) e lastreado em BRL (Reais) na proporção 1:1. Isto significa que para cada 1 (um) BRT em circulação há R$ 1,00 custodiado em conta corrente bancária, garantindo assim a paridade BRT/BRL.

Utilizando a tecnlogia da Blockchain da TRON, um dos principais ecosssistemas de descentralização da internet.

 

Sua emissão está vinculada ao prévio depósito de BRL (Reais) em uma conta corrente bancária sob a responsabilidade da BRT, assim como a conversão de BRT para BRL (Reais) está vinculada ao resgate de BRL (Reais) da conta corrente bancária e eliminação dos Tokens em circulação que representam a mesma quantidade de BRL (Reais) resgatada.

Aspiraçaões

O mercado brasileiro vem amadurecendo e criando uma relação amistosa com os criptoativos, sendo que as pessoas, empresas, instituições, e orgãos reguladores já conseguem perceber a importância deste instrumento financeiro na economia. Os desafios ainda são grandes, principalmente para negócios disruptivos que tem no seu escopo o uso de criptoativos. Além do Bitcoin e Altcoins, que são moedas digitais com preço variável, ou seja, sofrem volatilidade, existem as moedas digitais com preço estável (stablecoin), que tem como próposito apoiar a circulação monetária de produtos e serviços e facilitam o processo de pagamentos. A stablecoin consegue proporcionar grandes benefícios para o usuário, tais como.

 

  • Tempo: É possível pagar qualquer participante 24/7, a qualquer momento, sem restrição.

  • Limite transacional: É possível enviar qualquer quantia de pagamento, sem restrição de volume financeiro.

  • Custo operacional: A taxa de transferência é muito reduzida, comparado com transferências eletrônicas tradcicionais.

  • Velocidade: A transferência de fundos ocorre em segundos.

  • Transparência: Todas as transações são registradas na Blockchain, trazendo segurança para os participantes.

  • Legitimidade: Reconhecimento pelo orgãos reguladores, com regras já estabelecidas para uso de criptoativos no mercado brasileiro.

Entendemos que os participantes gostariam de utilizar Bitcoin e Altcoins no dia-a-dia, para efetuar o pagamento de bens e serviços, mas neste sentido, outras dificuldades são encontradas:

  • A volatilidade apresentada não estimula comerciante e prestadores de serviços aceitarem este ativo como meio de pagamento.

  • O tempo médio de confirmação das transações é demorado, pois a rede Bitcoin é um projeto antigo, lento e oneroso.

  • Os comerciantes não estão adaptados tecnlogicamente para aceitarem e armazenarem criptoativos.

Para que pessoas e empresas possam fomentar negócios sem fricção, apresentamos uma solução segura e eficiente, Beeteller Real Token (BRT).

Proposta

Oferecer aos participantes do mercado um criptoativo estável onde não ocorram oscilações de preços e que cada unidade deste criptoativo possa ser convertida em BRL (Reais) na proporção 1:1.

 

Para garantir essa conversão, a quantidade de BRT em circulação sempre será igual à quantidade de BRL (Reais) depositado em conta corrente bancária, desta forma, é possível manter a paridade de 1:1, ou seja, 1 BRT = BRL 1,00.


Emissão (conversão de BRL para BRT)

Para emitir (colocar em circulação) uma determinada quantidade de BRT, a mesma quantidade de BRL (reais) deverá ser previamente depositada em conta corrente bancária sob custódia da BRT. O fluxo abaixo demonstra o funcionamento da emissão de Tokens BRT:

 

  1. Cliente > Solicita BRT para um distribuidor homologado.

  2. Cliente > Envia BRL (Reais) ou outro criptoativo para o distribuidor.

  3. Distribuidor> Envia BRL (Reais) para conta bancária sob custódia da BRT.

  4. BRT> Emite os Tokens referente ao valor depositado em BRL (Reais).

  5. BRT> Envia os Tokens BRT para o distribuidor.

  6. Distribuidor > Envia os Tokens BRT para o cliente.

 

*Taxas de câmbio podem ser aplicadas.

Resgate (conversão de BRT para BRL)

O detentor do Token BRT pode solicitar a qualquer momento a conversão para BRL (Reais) para um distribuidor homologado que seguirá o seguinte fluxo:

  1. Cliente > Solicita conversão de BRT para BRL (Reais) a um distribuidor.

  2. Cliente > Envia BRT para o distribuidor.

  3. Distribuidor> Envia os Tokens para a wallet da BRT.

  4. BRT> Retira os Tokens de circulação (“queima”).

  5. BRT> Resgata da conta bancária a mesma quantidade de BRL (Reais) equivalente aos Tokens.

  6. BRT > Envia Reais para o distribuidor.

  7. Distribuidor > Envia TED para o cliente.

 

*Taxas de câmbio podem ser aplicadas.

Negociação

Exchanges, OTC, P2P, comerciantes, gateway e facilitadores de pagamento, e demais participantes do mercado podem aceitar BRT como depósito ou pagamento por produtos e serviços, visto que, a qualquer momento, BRT pode ser convertido por BRL (Reais) mediante a liquidação por um distribuidor homologado ou através da negociação em livre mercado com outro participante.

 

*Taxas de câmbio podem ser aplicadas.


Prova de fundos

Entendemos que a transparência é fundamental para manter um ecossistema saudável, portanto, a BRT divulgara relatórios de auditoria emitidos por entidades independentes que atestaram que a quantidade de Tokens em circulação e o saldo disponível em conta corrente bancária da BRT, são compatíveis e provam o lastro financeiro.

Transparência

Além da prova de fundos, todas as transações de BRT são registradas em blockchain, permitindo assim total auditoria por qualquer participante. Desta forma conseguimos oferecer toda transparência que um criptoativo estável requer.

 

Todas as transações com BRT segue as regras da instrução normativa 1888/2019 da RFB. Os participantes são obrigados a reportar as transações de compra, venda, troca, transferência e armazenamento junto à RFB à Receita Federal do Brasil, bem como, declarar anualmente no IRPF a quantia de BRT que possue em custodia.

Armazenamento

BRT é um que foi desenvolvido na Blockchain da TRON, desta forma, BRT pode ser armazenado em qualquer wallet (carteira) que tenha suporte para Tokens TRON.

Transferências

BRT deve ser transferido para endereços TRON em wallets que suportam Tokens TRON. Em wallet (carteira) homologada, BRT poderá ter um endereço específico para depósito. A transferência de BRT e sua confirmação na rede blockchain demoram apenas alguns segundos.

 

Por trafegar na rede TRON, para enviar BRT é necessário possuir uma quantidade mímina de TRX para pagar a taxa de transferência da rede. Na wallet (carteira) da BRT o usuário poderá suportar a taxa com BRT, desta forma não precisa manter fundos em TRX para pagar taxa de rede.

Especificações Técnicas

Token: TRON

Nome: Beeteller Real Token

Ticker: BRT

Token ID: https://tronscan.org/#/token/1004738

Suplier: 100.000.000 tokens

Casas decimais: 6

Conclusão

Entendemos que este projeto abre a oportunidade dos participantes do mercado experimentar uma nova forma de transacionar recursos financeiros, além de mitigar o risco de volatilidade que envolve outros criptoativos.
 
Bibliografia

Nakamoto, “Bitcoin: A peer-to-peer electronic cash system”

 

https://bitcoin.org/bitcoin.pdf

Versão atualizada em 22 de Março de 2022.

BEETELLER REAL TOKEN LTDA.